“Bodas de Fogo”, por Deborah Simmons

Disponível na Amazon e de forma gratuita no Kindle Unlimited: Clique aqui

Ficha Técnica:

Título: Bodas de Fogo

Título Original: The Devil’s Lady

País: EUA

Autora: Deborah Simmons

Gênero: Romance de época

Ano de Publicação: 1994

Editora: Bezz, selo Leque Rosa

Páginas: 296

Rating: ⭐⭐⭐⭐⭐

Sinopse:

Tentando evitar um casamento não desejado após receber um decreto do rei Edward de escolher um de seus cavaleiros, Aisley de Laci escolhe o Barão Montmorency, conhecido como o Cavaleiro Vermelho, cuja fama é de que se isolou para ter liberdade de praticar as Artes das Trevas. Na certa o rei não endossaria um enlace desse e Aisley poderia voltar para sua vida em Belvry.

Reconhecido como um dos melhores em batalha, o Cavaleiro Vermelho isolou-se em Dunmurrow por motivos pessoais. E ele não quer uma esposa, não importa o quão rica ou bela ela seja. Mas mesmo sendo quem era, ele não poderia desafiar a ordem do rei, e uma vez que ela venha a ele, ele toma – e preserva.

Embora Aisley se recuse a acreditar nas histórias que fazem de Montmorency mais mito do que mortal, ela começa a se perguntar se ele possui poderes misteriosos. Senão, como explicar seus próprios sentimentos crescentes para com seu marido, um homem envolto pelas sombras e do qual ela nunca viu o rosto?

Estaria ela sob um feitiço ou tinha verdadeiramente contraído Bodas de Fogo?

~Minha Opinião (contém spoilers!)~

Uma história fascinante que te prende pro simples fato de vc querer oq mantém o barão de Montmorency na mais profunda escuridão (literalmente).

Além disso, vc tbm vai querer matar o b*sta do Hexham.

Vc tbm vai se apaixonar pela firmeza e força de Aisley e por Piers.

Perfeita pra curar a ressaca e doce demais, que te faz terminar o livro com um sorriso bobo no rosto.

Ps: tem o segundo volume, que agora vai acompanhar a história do irmão mais velho de Aisley, que praticamente voltou dos mortos.

~Quotes~

“Fico feliz em ouvir isso, mas acho que é hora de torná-la minha esposa de verdade, então, saberemos que você pertence a mim e a ninguém mais. […] Não é culpa minha que tenha me escolhido, Aisley. […] Mas você escolheu. Portanto, preste atenção, você é minha.”

” — Piers […] Você me enfeitiçou?
[…]
— Eu não a enfeiticei, minha esposa; isso que temos é algo mais antigo do que o tempo: a atração entre um homem e uma mulher. Eu não preciso de feitiços; nós dois… […] Faremos nossa própria mágica essa noite.”

Sobre GabisNika | Gabriela Resende - Escritora

🦋 Te faço voar ao transformar suas ideias 🦋 Minhas dicas e projetos vão te ajudar a evoluir no mundo da escrita
Esse post foi publicado em Resenhas e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s