Nesolvita

Uma princesa apaixonada por seu tutor de música foge com ele para o interior das Montanhas Geladas de Delle.
Mas se você acha que essa é uma história com final feliz, está muito enganado.

Maharani Darch, a herdeira legítima de todo o reino de Southern Falls, estava prometida em casamento. Só que seu coração batia mais forte por Karl e ela abriu mão de tudo para ficar com ele.

Mas será que isso vai ser o suficiente?

Ela ouvia o farfalhar de seu vestido se arrastando pela floresta enquanto corria. Fugia, era a palavra mais adequada. Maharani ansiava pela liberdade que nunca tivera e que agora, ao lado de Karl, se estendia à sua frente como um tapete de sonhos.

Algo se enroscou em seu pé e ela caiu, ralando as mãos nos galhos secos da Floresta de Burden. Estava escuro e não tinha como ela notar todos os troncos retorcidos que compunham o chão de terra batida da floresta. Se erguendo com dificuldade, Maha se lembrou do bilhete que estava bem guardado dentro da blusa, perto de seu coração.

Meia noite, na ponte. Venha sozinha.

Sua motivação a guiava para que pudesse realizar seu sonho de ser livre, de fazer suas próprias escolhas. O vestido de algodão azul era pesado, com o corpo simples o suficiente para que ela pudesse se passar como plebeia, porém os ombros eram o mais difícil de se esconder. Os bordados prateados formavam os característicos arabescos da família Darch eram conhecidos por todo o reino. Maha até tentou tirar, mas os fios encantados não saíram de forma alguma.

Tudo era encantado naquele castelo: os fios, os quadros, a mobília… As portas e janelas também. Um arrepio passou por sua coluna e, puxando mais o capuz do manto preto para cobrir o rosto e os traços que a denunciavam como a princesa de Southern Falls, Maha desatou a correr.

Aquele caminho era mais conhecido do que ela gostaria de admitir. Algumas vezes, ela sentia algo lhe bufar no pescoço, mas se virava só para constatar o que já sabia: não era nada.

Pronunciou alguns encantamentos de proteção que tinha aprendido em grimórios antigos encontrados no fundo da biblioteca e, por isso, não estavam listados na Lista de Lorg, que continha todos os feitiços utilizados atualmente em Southern Falls.

Sentiu a magia antiga fluir por seu corpo, formigando, e uma certa paz de espírito a dominou, fazendo-a pensar com mais clareza em tudo o que precisava fazer naquele momento, em que caminhos deveria trilhar.

Perto do velho carvalho, viraria à esquerda, seguindo por mais quinhentos passos. À direita, na nascente do rio Kane, bem na fronteira com Lanniepyne, a terra das fadas, a ponte se faria visível assim que ela cruzasse a fronteira.

Olhou para trás, tentando se arrepender do que fizera, mas não conseguia. À essa altura, já teriam dado sua falta no palácio e mandado uma equipe de busca atrás de sua princesa.

Tentou, pela última vez, colocar na cabeça que casar com Ochrimon Sunstride era o melhor para Southern Falls, para Charimell e para sua família, mas não conseguia. Não tinha nada contra o sujeito, ele até parecia um cara legal, se ela ignorasse os rumores de que ele era um dos generais mais cruéis das tropas reais.

Com ela, Ochrimon sempre fora delicado, simpático e carinhoso. Maharani deu de ombros, não faria diferença nenhuma mais. Além dos boatos sobre a tirania do General, seu coração pertencia a outro.

Nunca quis esse peso em seus ombros e não seria agora que ela o carregaria. O olhar gélido de seu pai cruzou seu pensamento e ela tremeu de raiva.

Ninguém mandou me prometer em casamento com cinco meses de idade, pensou enquanto se movia pela floresta cautelosamente. Ao avistar o portal de Lanniepyne por cima da colina em que estava, seu coração disparou. Estava perto.

Um sorriso começou a brotar em seu rosto enquanto ela usava o resto do seu fôlego para subir ainda mais alto. Acompanhava o rio de cima e sabia que estava cada vez mais perto do seu destino.

Ao ver a clareira abrir e a primeira ponte do rio despontar, o avistou.

Karl tocava uma canção nostálgica em seu alaúde de forma despreocupada, como se não tivesse acabado de ser destituído do cargo de tutor.

Como se o fato de ser destituído pelo rei de Southern Falls não significasse que ninguém jamais o contrataria novamente.

Como se ele não estivesse prestes a fugir com a princesa do reino, que estava prometida em casamento ao filho da segunda família mais influente de Charimell.

Antes de descer ao seu encontro, Maharani suspirou e o observou com atenção. Ele tocava o instrumento, não como um tutor ensina seu aluno a tocá-lo ou como um músico toca para uma plateia. Ele dedilhava as cordas como se elas fossem sua amante. Com possessão e, ao mesmo tempo, delicadeza, fazendo movimentos aparentemente calculados mas tão instintivos que os fazia de olhos fechados.

Maha lembrou da primeira vez que ele a tocara daquela maneira e mal pôde conter seu entusiasmo ao descer a colina ao seu encontro. Parou no início do caminho onde as pedras da ponte se encontravam com a terra da margem do rio.

Parou na frente dele e estranhou que Karl não erguera a cabeça. O feitiço, lembrou.

Maharani murmurou os encantamentos necessários e, vagarosamente sentiu a magia descer pelo seu corpo, como se ela a despisse.

Karl ergueu o rosto do alaúde, finalmente abrindo seus olhos. Seu sorriso iluminava a noite mais do que o próprio brilho da Lua.

– Maha…

– Olá, kori – Maharani sussurrou enquanto sentia ele a abraçar. Entrelaçou seus dedos nos cabelos ruivos dele, sentindo a barba da mesma cor lhe fazer cócegas no rosto.

Seus lábios tocaram os dela e, se ela ainda tinha alguma incerteza sobre suas últimas ações, elas foram embora na hora…

Gostou dessa história? Você pode terminar de lê-la na Amazon: clique aqui

Sobre GabisNika | Gabriela Resende - Escritora

🦋 Te faço voar ao transformar suas ideias 🦋 Minhas dicas e projetos vão te ajudar a evoluir no mundo da escrita
Esse post foi publicado em Contos e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s