“Corte de Espinhos e Rosas” (a.k.a. ACOTAR), por Sarah J. Maas (…)

Acho que foi a maior hype que eu já vi no Instagram. Talvez até mesmo na minha vida toda. E foi um desafio do tamanho do mundo abrir o insta enquanto eu estava lendo, principalmente quando eu ainda estava no começo: era um tormento, spoiler a cada 3 posts, principalmente em junho que foi o lançamento de ACOSF.

Os livros seguem a história de Feyre, uma humana que vive em um mundo separado por cortes e reinado por feéricos que se mantém afastados do resto dos humanos depois de terem os escravizados.

Temos então os volumes:

  • #1 – Corte de Espinhos e Rosas (A Court of Thorn and Roses – ACOTAR)
  • #2 – Corte de Névoa e Fúria (A Court of Mist and Fury – ACOMAF)
  • #3 – Corte de Asas e Ruínas (A Court of Wings and Ruins – ACOWAR)
  • #3.5 – Corte de Gelo e Estrelas (A Court of Frost and Starlight – ACOFAS)
  • #4 – Corte de Chamas Prateadas (A Court of Silver Flames – ACOSF)

#1 – Corte de Espinhos e Rosas

Amazon.com.br eBooks Kindle: Corte de espinhos e rosas - Corte de espinhos  e rosas - vol. 1, Maas, Sarah J.
Disponível na Amazon: Clique aqui

Ficha Técnica:

Título: Corte de Espinhos e Rosas

Título Original: A Court of Thorn and Roses

Volume: #1

País: EUA

Autora: Sarah J. Maas

Gênero: Fantasia

Ano de Publicação: 2015

Páginas: 432

Editora: Galera Record

Rating: ⭐⭐⭐⭐ + 0,5

Hot: 🔥

Feyre é a mais nova de três irmãs que moram com o pai aleijado em uma cabana na parte humana de Prythian. Passam fome e frio, mas as irmãs dela, Nestha e Elain não se dão ao trabalho de ajudar em nada e quem faz o trabalho pesado é Feyre.

Um dia, em uma caçada desesperada, ela matou um lobo para vender sua pele no mercado da aldeia.

Tudo muito bem, tudo muito bom, até uma besta maior que o lobo que ela matara aparecer para reclamar a morte. A besta era na verdade o Grão-Senhor da Corte Primaveril, Tamlin. Ele a manteve em seu castelo como uma forma de pagamento: uma vida por outra.

O tempo passou e eles se apaixonaram, mas a cada dia, Feyre descobria mais sobre os feéricos e que nada era como as lendas que rondavam sua aldeia.

Apesar de vários perigos ameaçarem ela, Feyre se manteve lá, sentindo que seu carinho pelo Grão-Senhor crescia cada vez mais.

O dia em que Rhysand, Grão-Senhor da Corte Noturna apareceu para investigar o que estava acontecendo com Tamlin, ele achou que Feyre estava em perigo e a mandou de volta para sua casa.

Feyre percebe que algo não está certo com sua aldeia e volta para avisar Tamlin de um desastre de responsabilidade de Rhysand e Amarantha, a feérica que amaldiçoou toda Prhythian.

Ao chegar, ela descobre que a mansão de Tamlin está vazia e então parte em busca de seu amado.

Nada é simples nesse livro e, com certeza, o livro vale mesmo pelas “patadas” que um recebe do outro. É cada resposta atravessada que eu rachava de rir, como essa figurinha do Morecai:

BloG do ShadowVp: Apenas um Show Dublado Pt-Br HD torrent

É uma mistura doida de “me ajuda a te ajudar, Feyre” e “vai lá, p*rra!”.

Com certeza me fez sentir coisas. Não como Daisy Jones, que até hoje eu não sei falar sobre, mas me fez sentir.

Gostei bastante do mundo criado
E Rhys, vc tem meu coração todinho, moço, não estrague isso nas próximas histórias.

#2 – Corte de Névoa e Fúria

Corte de névoa e fúria - Corte de espinhos e rosas - vol. 2 por [Sarah J. Maas]
Disponível na Amazon: clique aqui

Ficha Técnica:

Título: A Corte de Névoa e Fúria

Título Original: A Court of Mist and Fury

Volume: #2

País: EUA

Autora: Sarah J. Maas

Gênero: Fantasia

Ano de Publicação: 2016

Páginas: 654

Editora: Galera Record

Rating: ⭐⭐⭐⭐⭐

Hot: 🔥🔥🔥🔥

Feyre é, agora, uma feérica e está prestes a se casar com seu amor, Tamlin, aquele por quem ela deu sua vida. Mas sua tatuagem na mão esquerda não a deixou esquecer do acordo que fez com Rhysand, o Grão-Senhor da Corte Noturna por ele tê-la curado em Sob a Montanha: uma semana por mês, ela ficaria com ele na Corte Noturna.

Depois de tudo o que aconteceu Sob a Montanha, Feyre ainda não se recuperou e os pesadelos são terríveis, fazendo com que ela acorde todas as noites vomitando as tripas. Mas Tamlin parece não escutar o que acontece ~todas~ as noites. Ele nem a deixa sair de casa direito.

Feyre vai definhando, vai se entregando àquela inércia que Tamlin a coloca. No dia de seu casamento, ao invés de estar feliz, ela pede a qualquer criatura superior que a escutasse naquele momento: me salva me salva me salva

E alguém a escuta.

Rhysand aparece no meio do casamento, depois de três meses ignorando o acordo.

“- Oi, Feyre, querida.”

Tamlin se aproveita dessa interrupção e a uma semana que ela passa lá para tentar tirar qualquer coisa que ela conseguisse apresentar sobre a Corte Noturna.

Mas Feyre ainda não pode sair, não pode andar pela Corte Primaveril, não pode ajudar em nada além de preparar festar e banquetes. E isso está matando-a.

Até que um dia, sabendo que ela não pode ficar presa, Tamlin a tranca em casa. E ela surta. Rhys e Mor aparecem para salvá-la e ele a leva embora. Em segurança, para a Corte Noturna. Ali, ele diz que ela precisa descansar, precisa treinar seus novos poderes e, principalmente, começar a se permitir viver.

Ela estava numa p*ta depressão por causa dele. E Rhys faria de tudo para ajudá-la.

Minha opinião:

São quase 700 páginas, então não tem como falar absolutamente tudo o que acontece, mas…

Se eu lesse só o um, como eu falei antes, eu diria que a hype não vale, mas… Eu li o dois.

Pqp, a hype vale MUITO

Tudo o que aconteceu antes do capítulo 48 foi meio meh

Tudo o que aconteceu depois do capítulo 48 fez meu coração parecer uma batedeira no peito. Pqp, eu to surtando aaaaaaaaa

Sobre o famigerado capitulo 55:

Primeiro: não pulem o livro pra ler. Eu nunca fui de ter muito auto-controle, mas meu namorado não me deixou pular e eu estava quase arrancando minhas unhas. A expectativa fez tudo parecer melhor.

Segundo: ele não tem muita coisa que eu jamais tinha lido, mas a carga emocional fez com que eu terminasse com os olhos cheios de lágrimas. Foi lindo, foi romântico, foi… Sensacional.

Quotes:

“- Não tem outras coisas para resolver?
– É claro que tenho – respondeu ele, dando de ombros. – Tenho tantas coisas para resolver que às vezes fico tentado a liberar meu poder pelo mundo e limpar todos os problemas. Apenas para me dar um pouco de paz. – Rhys sorriu e fez uma reverência. Mesmo aquela menção casual de poder não me assustou, não me espantou. – Mas sempre terei tempo para você.”

“- Gostou de me ver ajoelhado diante de você?
[…]
– Não é só para isso que vocês machos servem mesmo?”

“Cassian fez uma careta conforme as seguimos, as sobrancelhas de Rhys estavam erguidas, e Azriel parecia mais inclinado a se misturar à sombra mais próxima e evitar completamente aquela conversa”

“Tenho dois tipos de pesadelos: aqueles em que sou mais uma vez a vadia da Amarantha ou meus amigos são… E aqueles em que ouço seu pescoço estalar e vejo a luz deixar seus olhos.”

“A questão não é se ele amava você, é o quanto. Demais. Amor pode ser um veneno.”

“- Às pessoas que olham para as estrelas e desejam, Rhys,
[…]
– Às estrelas que ouvem e aos sonhos que são atendidos.”

“Alguma parte de mim me lembrou de que ela era velha, e real, e lhe arrancar aquela arrogância do rosto a tapas não nos ajudaria em nada.”

“- Amren e Mor me disseram que a extensão das assas de um macho illyriano diz muito sobre o tamanho de… outras partes.
[…]
– Disseram, é?
[…]
– Também disseram que as asas de Azriel são as maiores.
Malícia dançou naqueles olhos violeta, levando embora a distância fria, a tensão. O mestre-espião era um borrão preto contra o céu azul pálido.
– Quando voltarmos para casa, vamos pegar a fita métrica, que tal?”

“- Adoro quando você me olha assim.
O ronronar na voz aqueceu meu sangue.
– Como?
– Como se meu poder não fosse algo do qual fugir. Como se você me visse realmente.
[…]
– Tive medo de você à princípio.
Os dentes brancos de Rhys brilharam nas sombras do capuz.
– Não teve não. Nervosa, talvez, mas jamais sentiu medo. Já senti o terror genuíno em pessoas suficientes para saber a diferença; Talvez por isso eu não conseguisse ficar longe.”

“Eu também estava procurando por você.”

“Agora quero que saiba, Rhysand, que amo você. Quero que saiba… […] Quero que saiba que […] que estou quebrada, e me curando, mas cada pedaço de meu coração pertence a você. E me sinto honrada, honrada, por ser sua parceira.”

“Meu amigo em meio a tantos perigos.
Meu amante que tinha curado minha alma quebrada e exausta.
Meu parceiro, que esperara por mim contra todas as expectativas, apesar da sorte.”

“Ajudar a colocar você na direção errada. Ajudar a colocar você e sua corte de joelhos, e acabar com Jurian e aquelas rainhas ardilosas e traidoras. E, então, dilacerar Ianthe em pedacinhos minúsculos e enterrá-los em um poço para que ninguém os encontre.”

“E Tamlin, sem saber, levara Grã-Senhora da Corte Noturna para o coração do próprio território”

Sobre GabisNika | Gabriela Resende - Escritora

🦋 Te faço voar ao transformar suas ideias 🦋 Minhas dicas e projetos vão te ajudar a evoluir no mundo da escrita
Esse post foi publicado em Resenhas e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para “Corte de Espinhos e Rosas” (a.k.a. ACOTAR), por Sarah J. Maas (…)

  1. Pingback: Indicações de Releituras de Contos de Fadas | GabisNika

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s